Canal Poheresia

Loading...

Translate

domingo, 18 de maio de 2008

X Salão Poético da AABB-RJ

No dia 18/05 aconteceu na AABB - RJ (Associação Atlética Banco do Brasil) o X Salão Poético. Foi comemorado o dia das mães e os oitenta anos da AABB. A coordenação do evento foi de responsabilidade de Eurídice Hespanhol Pessoa, Regina Marquez dos Reis Gonzalez e Evelyn Esteves.
Infelizmente não pude participar do encontro. Entretanto, deixo aqui registrado os poemas que eu gostaria de ter lido.

Mãe
Parto
primeira parte da vida
o início
o começo
e é nos seus braços
que o vício
do sossego
cria laços

na infãncia
você sempre perto
e eu, sempre coberto
de cuidados.

Na adolescência
as descobertas
as coisas
erradas
e certas
a realidade
nua e crua
e como quem não quer nada
você fala desta estrada
que um dia foi sua.

Na juventude
entendes o momento
porque passo mais tempo
na rua.

Quando se é gente grande
só mesmo um amor assim
pra fazer-te enxergar a criança
que ainda existe em mim.

Mãe
escrevo-te com três letras
no nosso dialeto
e deixo com inveja
todo o resto do alfabeto.


Zoom
Chove
são nove de uma manhã já anoitecida
meus olhos nublados caem atrás da cortina
são oito
afoito é o existir
impossível coibir o abismo que adverte
são sete
aperte o cinto
são seis, cinco
sinto-me num prato
espero o mastigar exato
são quatro
e o ato não tarda
sou vítima da nudez
que me lembra outra vez
são três
a queda é agora e não depois
são dois
essa é a hora, ora pois
o mergulho no incomum
hum.

O poema é o poeta
em zoom.

Um comentário:

Dudu Pererê disse...

muito bons os dois poemas. lerei o das mamães hoje na reunião familiar. gracias. perere