Canal Poheresia

Loading...

Translate

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Amanhã 26

O mendigo barbado, cabeludo, sujo, com panos de chão a cobrir-lhe a alma, dribla a segurança e bate à sua porta uma vez por ano, uma noite, uma.
Você que espera o presente cujo 
futuro transformará em velharia, mal vê a sandália que separa a sola de outro pé do chão compartilhado.
As chibatadas dos seus olhos vingam a falha da segurança nos olhos remelentos e bem acordados a constatar o sono profundo de muitos outros.
A luz piscante, a comida farta, a roupa nova, a voz alta, tudo expulsa quem já está lá fora, dono de outra coisa que não vem de dentro das cercas.
O segurança transtornado pega o mendigo pelo pescoço e o arrasta para longe, ainda mais, entre seus pedidos de desculpa à família ameaçada.
Ganha umas porradas e vai embora por aí antes que o amanhã 26 chegue e ele volte a apenas decorar as mesmas casas.

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Paga pra ver

muita hora nessa calma
na qual o anti-consumismo
vende a própria alma
e se põe como o último
animal da nossa fauna

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

No escuro

tímida era a fruta
que eu chupei
no fundo da gruta

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Volta

não perco nada...

tudo volta a ser
coisa emprestada



dê uma olhada...

nem toda equação
está na tabuada

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Meia

O traficante
cujo nome não me nomeia
quando me avistou adiante
na porta da escola alheia
se aproximou de mim
e disse assim:

"estudante
na minha mão
- sangue bão -
paga meia".

Tirei do bolso da calça
minha carteirinha falsa
e não fui modesto.

"Pelo o que quero
pago meia, tênis, bermuda
e todo o resto".


SuperVaia

O trem
que vem
vinha...

Quando não anda bem
o passageiro também
sai da linha.

domingo, 1 de setembro de 2013

Noite

A noite
é uma criança
cuja andança
naturalmente
me faz
sem alarde
esperar
mais tarde
a adolescente

e mais tarde ainda
pela madrugada
receber minha linda
mulher esperada.

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Coé

O funk
era yankee
até conhecer uma gangue
que troca o what's up
pelo coé
aí já viu, né?

virou um troço
com um negócio nosso
qualquer
ficando na cintura
que nunca está pura
deixa a coisa dura
na coisura
que é.



terça-feira, 27 de agosto de 2013

PM (Poema de Merda)

Sentei no trono
e caguei
caguei e como!
Caguei
como um rei
dono
da cagada que dei.

sábado, 24 de agosto de 2013

O acidente da rotina

O dinheiro dentro da cueca
entrou acidentalmente no cu
ligaram para o SAMU
como o bom senso ensina.

O dinheiro se foi
o SAMU não deu um oi
e o que era acidente
minha gente
já tinha virado rotina.

Xurras

Elas vai pro churrasco
ser a carne dos macho
a farofa que avisa
a hora das linguiça
naquele molho
cresce os olho
e pra quebrar o galho
sempre tem uns pão d'alho.

T

Quando escrevo
vou da treva
ao trevo.

E se travo
me atrevo. 

Venda e compra

Dízimo destino
Dádiva dúbia

 Vendo certeza
Compro dúvida.

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Poeteiro

Supunhetamos
que punheta
não mais houvesse

Seria uma apunhetação
tudo o que desce
e não endurece
na mão

E tudo o que sobe
e entope

Então

Contra um prazer
pífio
supunhetei eu
desde o princípio.

com... por...

Quero
o mero
desejo
envolto.

Eu
manejo
compor
com pouco.

OcupAção

Câmara Municipal do Rio:
Quem te ocupa sem culpa
Deixa um bando de filho da puta
Suando frio.

Amigos

Amizade amiúde
Nos bailes de gala
Jogam bola de gude.

Dia

Hoje é dia dos pais
e todo dia é dia do meu
pai como ele não se faz mais
sorte do filho que percebeu.

PT Saudações...

Quem arrisca
Não petista...

Eros


terça-feira, 25 de junho de 2013

Diferentes lados iguais

Pimenta nos olhos dos outros
é pimenta mesmo
e eu só comia o meu torresmo
quando vândalos
e policiais despreparados
foram por diferentes lados
que no final
percebeu-se:
era tudo igual.

Máscara


Viral


sexta-feira, 14 de junho de 2013

1 ano

Hoje faz um ano que foi ontem
e sempre será ontem
por mais que os anos se contem.

As pessoas que gostam de mim
gostaram, antes, de você
sem saber
sem conhecê-lo
porque
eu sou você
da planta do pé
à raiz do cabelo.

E não importa pra onde os dias apontem...
hoje faz um ano que foi ontem.

Piegas


Mãe


domingo, 9 de junho de 2013

Piegas

Meu amor é piegas
é desses que se casa em Vegas
e tira fotos fazendo pose
como se piegas não fosse
como se declarações publicamente correspondidas
também se declarassem em outras vidas.

É desses que me faz acreditar na sorte
quando tudo parece ser um grande vácuo
mas, afinal, o que é o amor
senão a característica mais forte
do nosso ponto fraco?

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Típica

Sua risada acima dos decibéis
é tudo, é top, é típica.
A paciência, uma ciência
sem comprovação científica.

Coça o saco que não tem.
Xinga de volta o que vem.

Se não lhe desce a goela
ela bate e bate com força
mas nunca é tão forte pra moça
porque não é na cara dela.

O que é a prazo, despista.
Por isso, as brigas à vista






quarta-feira, 5 de junho de 2013

idade

menor de idade
com maioridade de bunda

quem nunca?

Eu não tenho dedos nos olhos
Eu não enxergo com as mãos

mas aquele olho direito... vou te dizer!
e aquele olho esquerdo... vou te falar!
de ambos eu pude ter
o que o outro não pôde dar

quem já?

domingo, 2 de junho de 2013

(Des)entendido

A parada gay
é uma parada
que dá de tudo
e não dá nada?

O sábado da turma

Pra turma do Scooby-Doo
Todo Sábado
É Sábado de Saba-da-ba-doo

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Vida, Poesia Viva

Nem tudo na vida é poesia
O que não é, bem que poderia
O que já é, ainda seria.

Nem toda poesia é vida
A que morre de morte morrida
Morre pra lembrarmos da falecida.

Vão


Mãe


Skindon'tgoahead


terça-feira, 28 de maio de 2013

Por trás da unha

Saiu pra dentro 
achando que se expunha 
viu a sujeira por trás da unha 
e entrou pro lado de cá 
a limpeza 
ainda 
que a mais limpa 
guarda o que limpar.

homero

Eu quero o oposto
e isto posto
agora eu quero os opostos
todos apostos?
eu quero o elo
a coragem quando amarelo
eu quero o que quero
eu quero à vera, è vero
os pólos
as cascas
os milos
as aspas
o literal
o litoral e o centro
o de fora
o de dentro
quem é
e quem não é, sendo.

Eu quero a mera diversão
e homero conhecimento.

domingo, 14 de abril de 2013

Dar corda


Sexta


Viagem


Por um Rio Capital da Poesia - IV Semana da Poesia - 2013


Fogo e Metal


A Vela


O poeta e a praça


Desejo


Trevas


Desculpa dizer


Poesia toda prosa


Livro



Cabeça


Disco Voador



Princesinha


Branco-Virgem


Ode à vagabundagem


Fotografia


"Psiuuuuuuuulêncio!" na folhinhapoetica.blogspot.com


D


Vento


Estive aqui