Canal Poheresia

Loading...

Translate

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Meia

O traficante
cujo nome não me nomeia
quando me avistou adiante
na porta da escola alheia
se aproximou de mim
e disse assim:

"estudante
na minha mão
- sangue bão -
paga meia".

Tirei do bolso da calça
minha carteirinha falsa
e não fui modesto.

"Pelo o que quero
pago meia, tênis, bermuda
e todo o resto".


Nenhum comentário: