Canal Poheresia

Loading...

Translate

segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

Família Soneto

Sou neto de um soneto e tenho um pai versificado
Com mamãe fez direito um poema trabalhado
Um poema que, parido, pareceu cair na fria
Estava submetido a seguir a dinastia.

Na métrica e na rima, atendo o que esperam
Poema que se inclina a ser o que bem quiseram
Quatro estrofes me levantam - duas delas, quatro linhas
Juntas brilham e encantam, mas não tem poder sozinhas.

Tenho mais duas estrofes
Cada uma com três vozes
Pra alegrar a família.

Papai, mamãe, vovôzinho
Não são apenas meu ninho
São, sim, minha trilha.

Um comentário:

Blog da Morgana disse...

Nossa, amor, esse ficou profi!!!
Obedecendo regras, quem diria...
Ficou muito legal!!

Parabéns!
Bjs