Canal Poheresia

Loading...

Translate

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Corrida

eu corro a corrida dos que têm pressa
a perfeição é freio que não interessa
o trajeto tem traçado inseguro
a vitória não significa nada
muitas ideias batem no muro
logo depois da largada
todos vamos ao pote com sede
alguns não passam da parede
há quem não tenha ânsia
que mofe parado no pit stop
e abasteça sua arrogância
sua arrogância escrota e esnobe
eu corro a corrida de visão turva
tem gente que fica na primeira curva
eles são o que somos
é grande a lista
estão debaixo dos escombros
fora da pista
a bandeirada não dá troféu
o limite é o céu
não tem zero a zero
goste ou não goste
lá na frente eu espero
quem não bater no poste

Nenhum comentário: