Canal Poheresia

Loading...

Translate

terça-feira, 6 de novembro de 2007

Historinha de Aldir Blanc.

Historinha contada pelo grande compositor carioca-suburbano Aldir Blanc no programa do Jô: "O sujeito chegou num barzinho com uma mulher maravilhosa. Linda mesmo. Quando ambos sentaram, o mesmo sujeito percebeu que eles estavam de frente para um baixinho que encontrava-se sentado no mesmo bar. O baixinho era conhecido na redondeza como o conquistador. O cara que não dava mole. O sujeito, sabendo disso, ficou olhando mais pra ele do que pra mulher que o acompanhava. Já o baixinho olhava para o chão, nada mais. Porém o sujeito não tirava os olhos da pequena figura na intenção de pegá-la no flagra. Mas o baixinho parecia saber que, se tentasse algo, teria problemas. E assim as horas foram passando até que o sujeito levantou-se, foi até o baixinho e deu-lhe um soco que o fez cair longe. Enquanto algumas pessoas foram ajudar o porbre coitado (já sangrando), outras indagaram o sujeito:' Cara, pra quê isso? Ele não fez nada! Nem olhar pra sua mulher ele olhou. Por que você partiu pra cima dele'. E o sujeito ensinou:' Pato quieto na lagoa tá afim do cú da gansa.'"E nosso compositor completou sua narrativa: "Isso é muito Zona Norte!".

Nenhum comentário: