Canal Poheresia

Loading...

Translate

terça-feira, 6 de novembro de 2007

Um dos únicos bens que a miséria não extingue é a solidariedade.

Apesar de tanta pobreza, percebe-se que a solidariedade é um dos únicos bens que a miséria não extingue, pois ela independe do nível sócio-econômico das pessoas. São nos exemplos de Jesus Cristo, São Francisco de Assis e Madre Tereza de Calcutá, entre outros (gente que, mesmo sem recurso financeiro, ajudou, e muito, a humanidade), que algumas pessoas se espelham nos dias de hoje.Quando fala-se sobre alguém que possui verba disponível para ajudar quem realmente necessita, é possível sentir uma obrigatoriedade no ar. Não com aquele que precisa, mas consigo. É a obrigação do cidadão. Não em ser solidário ao outro, mas em construir sua própria imagem perante a sociedade. Para este tipo de ser humano, pouco importa quem será ajudado e como esta ajuda será feita. O que vale é, no fim de tudo, poder dizer que fez sua parte.Enquanto uns distorcem as lições deixadas por Jesus, São Francisco, Madre tereza e companhia, outros seguem fielmente seus exemplos. Pessoas pobres que, mesmo beirando a miséria, sempre ajudam aquelas que estão na mesma situação ou piores até. Nesta espécie de solidariedade não há má vontade, não há obrigação nem falsidade. O que há é o ato de ser solidário na sua inocência, na sua mais bela forma.Como é possível ver, a solidariedade não depende de ter ou de não ter como ajudar. Ela é um dos sentimentos mais humanos, tanto quando visa o bem do próximo como quando busca, com tal atitude, interesses próprios.

2 comentários:

Anônimo disse...

Adorei....Eu fiz uma redação para escola..eles amaram...Parabens..

Anônimo disse...

Muito bom seu texto!
Se eu pudesse copiaria pra fazer na escola, mas não posso!

Parabéns.